quinta-feira, 18 de maio de 2006

Minimalismos...

...de um proscrito cultural e politicamente incorrecto!

Versão 1.0

Li O Código Da Vinci há 2 anos atrás e… gostei! Muito bom!

Mais grave ainda:
Li Anjos e Demónios, A Conspiração e Fortaleza Digital: bom, medíocre +, mau.

6 comentários:

solvstäg disse...

isso quer dizer que a leitura progride à medida que a qualidade diminui. também li o "código da vinci" e (heresia das heresias) gostei.

AMC disse...

Pois!
Ou o Sr. Dan Brown melhora à medida que foi publicando, ou então, como usa sempre a mesma fórmula para os romances, à medida que o vamos lendo desencantamo-nos com aquilo que poderíamos ter achado como uma obra-prima!
Um abraço

pedro vieira disse...

viva a honestidade na guerra best-seller x snobs da literatura. O fenómeno é análogo noutras áreas, como o cinema, e é bom ler pedras atiradas a esses telhados de vidro. Ou deveria dizer de cristal "proustiano"? Um dia eu também hei-de afirmar publicamente que ando a ler a "Recherche", ficar-me-á a matar.

AMC disse...

Pedro,
Vou-lhe fazer outra confissão - e ainda bem que é na caixa de comentários porque a visibilidade é menor.
Já tentei por duas ou três vezes acabar de ler O Processo do tal Corvo, mas não consigo. Acho-o tão enfadonho que resolvi comprar o DVD do filme, o tal com argumento de Harold Pinter, para ver se desbloqueava O Processo. Quer saber que desliguei o leitor de DVD ao fim de 20 minutos de filme, guardei-o no invólucro e ainda está na estante a ganhar pó!?
Mas o mais curioso foi o que vim a reparar de seguida: ao re-consultar o livro verifiquei que o teimoso marcador se encontrava no mesmo momento narrativo em que desliguei o raio do DVD.
Ele há cada coisa!

solvstäg disse...

comprei todos os volmues da "Recherche" (parecemos a Clara Ferreira Alves a falar) e não li.
todavia, ficam muito bem na estante e preenchem um espaço considerável

solvstäg disse...

errata_
onde se lê "volmues" deve ler-se "volumes"