sexta-feira, 21 de abril de 2006

Mudo e quedo: a promessa

Com uma força de vontade e um empenhamento inauditos, tenho vindo a conseguir não quebrar a promessa feita aqui.
Agora, aqui no topo figurará um singelo relógio que poderá indicar o fim deste calvário de mutismo auto-imposto – de notar o emprego do verbo atrás destacado, não vá o resultado final adiar o termo da pena!

3 comentários:

hmbf disse...

Parabéns. :)

Sliver disse...

http://observatoriodajihad.blogspot.com/

AMC disse...

Caro Henrique,
Obrigado tanto pela saudação como pelo desportivismo demonstrado!