segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Kazuo regressa

Kazuo IshiguroO não prolífico escritor nipo-britânico Kazuo Ishiguro regressa ao mercado editorial com um inédito na sua bibliografia, um livro de contos – em 1981 publicou três contos em Introductions 7: Stories by New Writers.
Depois do extraordinário e avassalador Nunca Me Deixes (Never Let Me Go, 2005), e cumprindo de forma quase escrupulosa o seu tempo médio de publicação de obras de ficção de sua autoria (calculado em 4 anos, 7 meses e 6 dias), a
Faber and Faber (a sua editora de sempre) anunciou em circuito fechado o lançamento para Maio de 2009 de:
Nocturnes: Five Stories of Music and Nightfall, que na edição canadiana da Random House disporá de 224 páginas.

Todas as obras de ficção de Ishiguro foram publicadas em Portugal, apesar de metade delas se encontrarem esgotadas há anos:

  • As Colinas de Nagasáqui, romance editado pela Relógio D’Água em 1990 (A Pale View of Hills, 1982);
  • Um artista do mundo transitório, romance editado pela Livro Aberto em 1990 (An Artist of the Floating World, 1986) – ESGOTADO;
  • Os Despojos do Dia, romance editado pela Gradiva em 1991 (The Remains of the Day, 1989) – ESGOTADO;
  • Os Inconsolados, romance editado pela Gradiva em 1995 (The Unconsoled, 1995) – ESGOTADO;
  • Quando Éramos Órfãos, romance editado pela Gradiva em 2000 (When We Were Orphans, 2000);
  • Nunca Me Deixes, romance editado pela Gradiva em 2005 (Never Let Me Go, 2005).

2 comentários:

rute disse...

Ainda há poucos dias me lembrava da estória magnífica do "Nunca me deixes" que me ofertaste. Boas notícias. Beijinhos.

AMC disse...

Eu só ofereço coisas magníficas, como sabes... :)
Beijinhos