quarta-feira, 21 de junho de 2006

Adágio

Hoje celebra-se o Dia Europeu da Música. Dado o actual estado de espírito, irritantemente mutável, instei-me à recordação de uns Adágios, provindos do meu sistema de som digital de 5.1 canais, que ao longo da minha vida amainaram a minha perene inquietação. Sons mágicos, de melodia e de harmonia, manuscritos numa partitura que reproduz um estado da alma:

Ária para a corda SolJohann Sebastian Bach (da Suite para Orquestra n.º 3, em Ré maior, BWV 1068) [arranjo de Tohru Takahashi; Wind Ensemble dirigido pelo Maestro Tohru Takahashi] – Carregar
aqui para ouvir (ficheiro mp3 – 5 Mb).

Para algo, assaz, diferente:
E as Variações de Goldberg!
Desafio, à laia de pedido de aula, ao
Luís: Ária Da Capo, Glenn Gould 1955 ou Glenn Gould 1981? E porquê?

1 comentário:

rute disse...

Oh, meu Deus! As variações de Goldberg...