segunda-feira, 6 de março de 2006

Golfadas evacuatórias

Um texto, intitulado por «O vómito, agora na Net, perto de si» e publicado num blogue estrangeirado que significa Dando Linguados – não, desengane-se nem o autor é tão benemérito, nem se trata da espécie piscícola espalmada e lambedora de fundos oceânicos carregada de mercúrio –, discorre, em tom de incontida defecação, sobre estes dois textos publicados por valter hugo mãe no seu blogue Da Literatura. Os textos tratam do historial celerado de um santo pacifista denominado por Ernesto Rafael Guevara de la Serna – estrangeirando, a.k.a. “Che” Guevara, ou então, se se preferir a tradução literal, “Pá” Guevara.
Como disse
aqui, não discuto dogmas ou axiomas com quem assume as suas crenças e os factos como tal. E disso estamos conversados!
O tal proprietário do blogue e subdirector do
DN, que dá pelo nome de João Morgado Fernandes diz, a dado momento, que vhm foi «prontamente aplaudido pela acefalia blogosférica do costume [está tudo linkado no fim do tal post]».
Ora, como duas das ligações [links, para quem não entende] são de minha autoria, a carapuça caiu-me na perfeição, embora pense que esse desarranjo epistolar se dirigisse a outros que, ao contrário de mim e do meu quase desconhecido blogue, são pessoas bem conhecidas do público e reputadas nas diferentes actividades que exercem.
Não faltou até uma defesa acérrima de um destemido anónimo, que assina “am”, a chamar a
FJV o «galo da capoeira dos "novos valores literários"» e o pai do vómitoeste comentário foi postado noutro blogue, no qual o peristáltico autor compartilha as suas solturas narrativas com outros que aprendi, apesar das diferenças, a estimar e a ler frequentemente.
Como já referi por inúmeras vezes, todos nós temos os dirigentes que merecemos porque os escolhemos por via democrática, e alguns jornalistas são a face visível desse problema, ou seja, diarreia verbal advinda da sua lassidão esfincteriana.

1 comentário:

hmbf disse...

Concordo. Mas o segundo post, não o primeiro, de valter hugo mãe também é uma patacoada sem explicação. Sobretudo quando diz isto: «De facto, bem ao jeito do fundamentalismo islâmico, eis que se levantaram as vozes dos que rezam a santo Che.» Haja tino!!!!