quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007

Corta-Fitas

A 7 de Fevereiro de 2006, cumpria eu 52 dias de actividade na blogosfera, surgiu um blogue chamado Corta-Fitas composto, no essencial, por jornalistas do Diário de Notícias.
Cedo se confirmou tratar-se de um caso sério na blogosfera portuguesa, com milhares de visitas diárias e inúmeras referências cruzadas pela qualidade dos textos.
Quem pensa que a blogosfera é um subproduto gerido por alguns frustrados que não têm ou deixaram de ter voz nos meios tradicionais de comunicação, teve no Corta-Fitas a prova evidente que essa asserção, potencialmente assassina e deveras asinina, não tem a mínima correspondência na realidade dos blogues. As generalizações têm esse problema, confundir a árvore com a floresta é um exercício de mera desonestidade intelectual. Quem está mal muda-se, a blogosfera passa bem sem esses detractores que, por mera curiosidade histórica, dela se serviram pelo menos uma vez.
Face ao exposto recomendo que se ouça a entrevista concedida no passado domingo pelo meu muito estimado Pedro Correia ao Pedro Rolo Duarte na Antena 1 (
ficheiro wma, 35,49Mb).
Assim, e para abreviar porque o tempo não é de mais palavras, resta felicitar toda a equipa que faz do
Corta-Fitas um dos blogues de referência neste espaço de divagação.
Depois, e sem desprimor para os outros que com ele partilham o espaço, envio, em especial, um abraço ao Pedro Correia, pessoa com a qual, para além de paixões artísticas partilhadas, consubstanciei ao longo deste ano um princípio fundamental para o sucesso da blogosfera: a reciprocidade. Abraço que só não é mais apertado devido a um conflito de interesses fundamental: a
dissonante e fervorosa preferência clubística.

1 comentário:

Pedro Correia disse...

Obrigado pelas palavras amigas, André. Um grande abraço.