quinta-feira, 5 de abril de 2007

Convalescença

Ponho o nariz fora de casa. Tento recuperar, socializando-me, os dias perdidos entre arrepios sísmicos e o terrível esforço para ler uma página de um livro que dure menos que o triplo do tempo habitualmente despendido – houve tempo, não pensei sequer em dinheiro, mas ia-me rareando a saúde.
D… DeLillo… Cheira a mofo! Serei eu? Edição da Editorial Presença de 1991… Eu: 18 ou 19 anos, caloiro… 1.ª Guerra do Golfo…

Obrigado!

1 comentário:

R. Casanova disse...

Este também já tem novo livro a caminho; chama-se "Falling Man" e há aqui um excerto:

http://www.newyorker.com/fiction/features/2007/04/09/070409fi_fiction_delillo

(Não, não é grande coisa. Que saudades do White Noise.)