terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Novidades Literárias para 2008

Decorrida a febril quadra natalícia no que ao meio editorial diz respeito, vão surgindo algumas notícias sobre as obras de grandes autores que irão ser publicadas no decurso de 2008.
Dos livros que aqui irei destacar, três pertencem a autores galardoados com o Prémio Nobel da Literatura: Lessing em 2007, Toni Morrison em 1993 e Pamuk em 2006. Martin Amis apresentar-se-á com duas obras, um romance e um ensaio, este último dedicado ao 11 de Setembro e às suas consequências no mundo ocidental. Paul Auster surge, tal como já havia anunciado algures pelas vielas esconsas deste blogue, com o seu 12.º romance. John Banville faz-se publicar de novo com o seu pseudónimo para a literatura policial Benjamin Black – para quando a edição de Christine Falls em Portugal? Regressa Salman Rushdie depois de Shalimar, O Palhaço. Jeffrey Eugenides edita uma colectânea de vinte e seis contos, entretanto publicada no passado dia 8 nos Estados Unidos, que para além de Tchékhov e de Munro (como constam do próprio título da antologia) inclui pequenas narrativas de Nabokov, Joyce e Faulkner e de alguns autores contemporâneos, como por exemplo Miranda July. Segundo o autor norte-americano «não se trata de um livro de amor, mas de um livro de histórias de amor… as histórias de amor dão mau nome ao amor». J. G. Ballard publicará a sua autobiografia e Julian Barnes surge com o seu livro de memórias. Finalmente, depois de um longo hiato de quatro anos, em que se distraiu com a História e a Crítica de Arte, a excepcional Siri Hustvedt (Auster) regressa com um novo romance.
Uma pequena listagem retirada de uma maior publicada no blogue de
Eric Forbes (por ordem alfabética – autor):

Ficção

  • Anne Enright – Taking Pictures (contos)
  • Benjamin Black – The Silver Swan
  • Doris Lessing – Alfred and Emily
  • Hanif Kureishi – Something to Tell You (este é para ti, Manel)
  • Jeffrey Eugenides – My Mistress’s Sparrow Is Dead: Great Love Stories, from Chekhov to Munro (contos)
  • Jhumpa Lahiri – Unaccustomed Earth (contos)
  • Martin Amis – Pregnant Widow
  • Orhan Pamuk – The Museum of Innocence
  • Paul Auster – Man in the Dark
  • Peter Ackroyd – The Casebook of Victor Frankenstein
  • Peter Carey – His Illegal Self
  • Salman Rushdie – The Enchantress of Florence
  • Siri Hustvedt – The Sorrows of an American
  • Toni Morrison – Mercy

Não-ficção

  • J. G. Ballard – Miracles of Life: Shanghai to Shepperton: An Autobiography
  • Julian Barnes – Nothing to be Frightened of
  • Martin Amis – The Second Plane: September 11, 2001-2007

Nota: Alguém sabe por onde anda este homem? Já não publica desde 2005, e está incluído o guião do filme A Condessa Russa de James Ivory (The White Countess, 2005). Respostas elucidativas na caixa de comentários. Grato pela atenção.

1 comentário:

manuel a. domingos disse...

boa!