quarta-feira, 30 de agosto de 2006

Huracanes

Sao 11 horas e 5 minutos da manha, sem acentos, com 90% de humidade e 33 graus Celsius de temperatura.
A familia e os amigos tem-me ligado preocupados com os furacoes que dao a luz nas noticias lusas. O Ernesto - nao o Che - anda a fazer estragos para Nordeste e desapareceu. O John atacou Acapulco e dirige-se para o Pacifico. Sou como um centro repelente de huracanes. Enquanto aqui estiver...
A Literatura acompanha-me. Todavia, so ha olhos para as diabruras da minha filha e dos amigos, e barriga para a gastronomia local - que me desculpem os nacionalistas - e a melhor do mundo!
Tequilas, Mojitos y Cuba ya esta libre! [ponto de interrogacao, que nao encontro]
Colm Toibin e o do momento. Antes, a fabulosa recriacao de Joseph Mitchell e o seu Joe Gould. Um livro excepcional.
Abracos do Yucatan [Que nao Cancun]

5 comentários:

Francisco del Mundo disse...

Sortudo...:D
Boas férias...
Abraço

rute disse...

Vocês devem estar a partir isso tudo. Qual Ernesto, qual John... se estão aí os Tornados B.!!!

pedro vieira disse...

grande malha, a postar à distância transatlântica. O vírus da bloga é fatal.

o-sniper-da-gandra disse...

Não deixem pedra sobre pedra!
Abraço do tamanho do Atlântico!

Maura Teodora Sousa disse...

Que melhor texto para descobrir o seu blog que a descrição das suas férias ....


Parabéns!